Correspondência Mário de Andrade & Luiz Camillo de Oliveira Netto

  • de Mário de Andrade e Luiz Camillo de Oliveira Netto
  • org. Maria Luiza Penna
Sinopse

Este volume da correspondência de Mário de Andrade traz as cartas do escritor trocadas com Luiz Camillo de Oliveira Netto no período que vai de 1932 a 1944, entre a Revolução de 1930 e o final da Segunda Guerra Mundial. Na correspondência, é possível observar a preocupação dos intelectuais com questões gerais da cultura brasileira e com temas mais específicos como a preservação do patrimônio cultural e o estímulo à pesquisa; de outra parte, também está presente a troca de experiências acerca da atitude diante da administração pública, baseada na experiência de ambos. A organizadora da edição destaca a importância das cartas: “Intelectuais de uma época de transição, suas vidas refletem, em muitos pontos, as dificuldades de nossa realidade em mudança – industrialização incipiente, Revolução de 1930, nascimento, vida e morte do Estado Novo, entre vários outros processos de transformação”.

Ficha técnica

R$ 60,00
ISBN 10: 8531414210
ISBN 13: 9788531414213
1ª edição, impressão de 2013

288 páginas
18 x 25 cm
Brochura
Coleção Correspondência de Mário de Andrade

Eventos

20/03
de 2020

[Cancelado] Lançamento de “Gênero e Feminismos”

O lançamento de "Gênero e Feminismos", que aconteceria sexta-feira, 20/3/2020, está temporariamente cancelado. Assim que possível, uma nova data será anunciada.

Mais Eventos

Mais

Preservar as escassas florestas das cidades é o desafio

No livro “Natureza em Megacidades”, Jörg Spangenberg defende a vegetação integrada à paisagem de concreto

Livro mostra as transformações políticas em São Paulo

Professor de Nova Jersey analisa história pouco explorada do estado de São Paulo

Um arquiteto que sonhou a cidade para os cidadãos

Livro traz textos de arquiteto que põe em xeque o desenvolvimentismo na arquitetura

O dicionário do iluminista que estudou o inferno no século 19

Livro registra o vernáculo ocultista de dois séculos atrás

O naturalista pioneiro que saiu na defesa das florestas

A história de Frei Veloso, missionário, tipógrafo e cientista, é contada em novo livro da Edusp
Mais