Correspondência Mário de Andrade & Escritores/Artistas Argentinos

  • de Mário de Andrade
  • org. Patricia Artundo
  • trad. Gênese Andrade
Sinopse

“Duma feita estouraram pela minha casa adentro o Luis Emilio Soto, publicista apertando o assunto pela garganta, e o Juan Vignale poeta por sinal que gentilíssimo. Me abriram a porta da Argentina boa”, escreveu Mario de Andrade em artigo n’A Manhã em 1926. A relação entre o escritor brasileiro e os argentinos é tratada neste quarto volume da coleção Correspondência de Mário de Andrade. Da leitura dos diversos documentos (cartas, livros, revistas, catálogos) pertencentes ao arquivo de Mário de Andrade depositado no IEB-USP, e da pesquisa realizada por Patrícia Artundo em acervos diversos nos dois países, depreende-se que o contato do escritor com a Argentina operou-se quase sem interrupções entre os anos de 1925 e 1944. O livro inclui ainda notas biográficas dos escritores e artistas argentinos, e uma cronologia que permite ao leitor aproximar-se do contexto histórico cultural específico em que ocorreu o encontro.

Ficha técnica

R$ 83,00
ISBN 10: 85314133x
ISBN 13: 9788531413322
1ª edição, impressão de 2013

416 páginas
18 x 25 cm
Brochura
Coleção Correspondência de Mário de Andrade

Eventos

19 a
31/10
de 2020

Lombada

A Edusp participa da Lombada, a feira de livros da PUCPR, oferecendo uma seleção especial de títulos com 50% de desconto

Mais Eventos

Mais

Antropólogo cultural Néstor García Canclini assume cátedra na USP

Autor de Culturas Híbridas toma posse na Cátedra Olavo Setubal de Arte, Cultura e Ciência da USP

Livro de entrevistas lembra os primeiros anos da USP

Obra traz depoimentos de Paul Bastide, Antonio Candido, Florestan Fernandes e Mário Schenberg, entre outros

Edusp tem novo diretor-presidente

Carlos Roberto Ferreira Brandão, ex-diretor do MAC (2016-2020), é o novo diretor-presidente da Edusp a partir de setembro de 2020.

Trabalhadores humanitários e o legado de Sérgio Vieira de Mello

Trajetória de Sérgio ilumina possibilidades da ação humanitária e o terreno como lugar dos direitos humanos

“Não há evolução sem ruptura”

Entrevista com Alex Flemming, pintor, escultor e gravador
Mais