Correspondência Mário de Andrade & Manuel Bandeira

Capa de Correspondência Mário de Andrade & Manuel Bandeira Obra Premiada
  • de Mário de Andrade e Manuel Bandeira
  • org. Marcos Antonio de Moraes
Sinopse

Sobre a numerosa correspondência de Mário de Andrade, disse Antonio Candido: “Encherá volumes e será porventura o maior movimento do gênero, em língua portuguesa: terá devotos fervorosos e apenas ela permitirá uma vista completa de sua obra e do seu espírito”. Lacrada até julho de 1997, a pedido de Mário, a parte mais significativa dessa correspondência começa a ser revelada nesta edição que dá conta da fértil comunicação, ao longo de três décadas, entre dois dos maiores nomes da literatura brasileira. Graças ao trabalho rigoroso do organizador, que nas notas às cartas apresenta todas as informações necessárias à compreensão dos dados contextuais, o leitor pode tomar pleno contato com a troca de confissões pessoais, opiniões sobre poemas, ideias sobre questões do cotidiano do país e sobre a evolução de uma arte brasileira, entre muitos outros temas.

ver sumário

Ficha técnica

R$ 120,00
ISBN 10: 8531405416
ISBN 13: 9788531405419
1ª edição, impressão de 2001

744 páginas
18 x 25 cm
Brochura
Coleção Correspondência de Mário de Andrade

Prêmio
43º Prêmio Jabuti
Câmara Brasileira do Livro
Ensaio e Biografia - 3º Lugar
Marcos Antonio de Moraes

Eventos

19 a
31/10
de 2020

Lombada

A Edusp participa da Lombada, a feira de livros da PUCPR, oferecendo uma seleção especial de títulos com 50% de desconto

Mais Eventos

Mais

Antropólogo cultural Néstor García Canclini assume cátedra na USP

Autor de Culturas Híbridas toma posse na Cátedra Olavo Setubal de Arte, Cultura e Ciência da USP

Livro de entrevistas lembra os primeiros anos da USP

Obra traz depoimentos de Paul Bastide, Antonio Candido, Florestan Fernandes e Mário Schenberg, entre outros

Edusp tem novo diretor-presidente

Carlos Roberto Ferreira Brandão, ex-diretor do MAC (2016-2020), é o novo diretor-presidente da Edusp a partir de setembro de 2020.

Trabalhadores humanitários e o legado de Sérgio Vieira de Mello

Trajetória de Sérgio ilumina possibilidades da ação humanitária e o terreno como lugar dos direitos humanos

“Não há evolução sem ruptura”

Entrevista com Alex Flemming, pintor, escultor e gravador
Mais