Navette Literária França-Brasil – Tomo I

A Crítica de Roger Bastide

  • de Gloria Carneiro do Amaral
Sinopse

Roger Bastide é autor de obra complexa que transita por diversas áreas, como a sociologia, filosofia, antropologia, crítica literária. Existem inúmeros estudos sobre sua obra e sua presença no Brasil, mas poucos deles dedicaram-se aos seus escritos sobre crítica literária, trabalho que a partir deste livro podemos conhecer de maneira profunda e detalhada. Glória Carneiro do Amaral desenvolve a análise crítica dos textos do autor, estudando a produção do jovem Bastide e sua trajetória como crítico literário, e no tomo II reúne mais de 200 textos do crítico. Para a autora, a crítica literária de Roger Bastide inscreve-se na diferença, como a de um intelectual francês interessado em entender a cultura, a arte e a literatura brasileiras, e procurar entendê-las de uma perspectiva antietnocêntrica. O olhar estrangeiro e aberto, iluminando de forma diferente nossa própria literatura parece ser a maior contribuição de Roger Bastide para nossas letras.

Ficha técnica

R$ 50,00
ISBN 10: 8531412005
ISBN 13: 9788531412004
1ª edição, impressão de 2010

264 páginas
16,6 x 23,8 cm
Capa dura
Coleção Os Fundadores da USP

Eventos

16/09
de 2020

Lançamento de “Sobre os Primórdios da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP”

Acontece na quarta-feira, 16/9/2020, o lançamento e o debate virtual de "Sobre os Primórdios da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP", organizado por Walnice Nogueira Galvão.

Mais Eventos

Mais

Livro de entrevistas lembra os primeiros anos da USP

Obra traz depoimentos de Paul Bastide, Antonio Candido, Florestan Fernandes e Mário Schenberg, entre outros

Edusp tem novo diretor-presidente

Carlos Roberto Ferreira Brandão, ex-diretor do MAC (2016-2020), é o novo diretor-presidente da Edusp a partir de setembro de 2020.

Trabalhadores humanitários e o legado de Sérgio Vieira de Mello

Trajetória de Sérgio ilumina possibilidades da ação humanitária e o terreno como lugar dos direitos humanos

“Não há evolução sem ruptura”

Entrevista com Alex Flemming, pintor, escultor e gravador

É verdade que nevou em São Paulo em 1918?

No caderno de visitas da famosa garçonnière mantida pelo escritor Oswald de Andrade na Rua Líbero Badaró, apelidada de "covil da rua Líbero", há a referência de que nevou ...
Mais