Notas Sobre o Culto aos Orixás e Voduns

Na Bahia de Todos os Santos, no Brasil, e na Antiga Costa dos Escravos, na África

  • de Pierre Verger
  • trad. Carlos Eugênio Marcondes de Moura
Sinopse

Pierre Verger conheceu o culto aos orixás na Bahia – onde foi inclusive pai-de-santo – e coletou material para comparação em várias viagens à África. Neste livro, analisa o culto aos orixás e voduns na Bahia e o compara com a tradição religiosa dos “yoruba” (Nigéria) e “djèdjè” (Daomé), de onde se originou. O autor descreve os rituais de iniciação, o estado de transe, os orixás e voduns e outros deuses menos conhecidos, além de cerca de 1500 orikis, transcritos para o “yoruba” e traduzidos para o português. Verger apoiou-se também na vasta literatura de viagens à África Ocidental, cujos registros permitem reconstituir, em parte, a fascinante história dessa religião que, nas Américas, adquiriu novos significados e expressões, e está em constante expansão e reatualização. O livro conta ainda com fotos de Pierre Verger que registram algumas cerimônias religiosas de caráter iniciático em terras africanas e na Bahia.

ver sumário

Ficha técnica

R$ 140,00
ISBN 10: 8531404757
ISBN 13: 9788531404757
2ª edição, impressão de 2019

616 páginas
23 x 23 cm
Brochura

Eventos

01 a
10/07
de 2020

[Prorrogada] 1ª Feira Virtual das Editoras Universitárias

A Edusp participa do evento oferecendo títulos com 50% de desconto

Mais Eventos

Mais

Lançamento de “Desenvolvimento e Cooperação na América Latina”

Coordenado por Enrique García, o sétimo volume da coleção Cátedra José Bonifácio é lançado no Portal de Livros Abertos

Livro mostra as transformações políticas em São Paulo

Professor de Nova Jersey analisa história pouco explorada do estado de São Paulo

Um arquiteto que sonhou a cidade para os cidadãos

Livro traz textos de arquiteto que põe em xeque o desenvolvimentismo na arquitetura

O dicionário do iluminista que estudou o inferno no século 19

Livro registra o vernáculo ocultista de dois séculos atrás

O naturalista pioneiro que saiu na defesa das florestas

A história de Frei Veloso, missionário, tipógrafo e cientista, é contada em novo livro da Edusp
Mais