Os Primeiros Arquitetos Modernos

Habitação Social no Brasil 1930-1950

  • de Paulo Bruna
Sinopse

Buscando um enfoque em harmonia com a crítica arquitetônica contemporânea, Paulo Bruna se propõe a ampliar a visão do restrito quadro da história da arquitetura moderna brasileira. Para isso, o autor reelabora as noções de moderno e modernidade tendo como pano de fundo a Europa dos anos de 1920-1930. A seguir, volta-se para a cultura arquitetônica brasileira, mostrando que desde o início da década de 1930 havia um grupo de arquitetos e engenheiros empenhados em concretizar o ideário do movimento moderno de forma objetiva e concreta. Procura mostrar a relação entre a criação dos IAP s Institutos de Aposentadoria e Pensões a partir dos anos de 1930 e a construção dos grandes conjuntos habitacionais no Brasil, influenciados por conceitos teóricos e métodos construtivos associados ao movimento moderno.

ver sumário

Ficha técnica

R$ 55,00
ISBN 10: 8531409527
ISBN 13: 9788531409523
1ª edição, impressão de 2015

264 páginas
18,5 x 24,5 cm
Brochura

Eventos

07/05
de 2021

Autor em foco: Virgílio Afonso da Silva

O programa de entrevistas do STF recebe o autor de "Direito Constitucional Brasileiro"

Mais Eventos

Mais

Poesia filosófica de Hölderlin faz a crítica da razão moderna

Hölderlin resgata caráter formador da poesia filosófica

Arte de guerrilha

A arte brasileira durante a vigência do AI-5

Como planejar uma cidade com transparência e qualidade de vida?

A dedicação de Cerqueira César para com o urbanismo paulistano se faz presente em coleção de artigos

A biografia das mulheres

Isabelle Anchieta fala sobre suas inspirações para a criação de sua trilogia "Imagens da Mulher no Ocidente Moderno"

Qual é o papel da educação na luta revolucionária?

Autor explora o papel da educação na construção de uma sociedade mais justa
Mais