Narradores de Machado de Assis

A Seriedade Enganosa dos Cadernos do Conselheiro (Esaú e Jacó e Memorial de Aires) e a Simulada Displicência das Crônicas (Bons Dias e A Semana)

  • de Gabriela Kvacek Betella
Sinopse

Gabriela Kvacek Betella empreende uma análise dos pontos de vista dos narradores das crônicas escritas por Machado de Assis a partir de 1880, identificando-os com os narradores de seus romances memorialistas em primeira pessoa, sem esquecer da importância do narrador em terceira pessoa. A autora traça os aspectos de ambos os narradores e do programa de trabalho machadiano, voltado para o cuidado estético e historiográfico. Estuda, além disso, a identificação entre crônica e memória, principiando pelos romances memorialistas Esaú e Jacó (1904) e Memorial de Aires (1908), esquadrinhando, em seguida, as crônicas de Bons Dias! (1888-1889) e A Semana (1914). Panorama das últimas publicações da obra machadiana, o livro traz importantes considerações sobre o papel da crônica em Machado de Assis, como a identificação crônica-memória, e mostra como seu estudo é uma importante ferramenta para investigação da crônica contemporânea.

Ficha técnica

R$ 35,00
ISBN 10: 8531410398
ISBN 13: 9788531410390
1ª edição, impressão de 2007

240 páginas
16 x 23 cm
Brochura
Coleção 100 Anos Machado de Assis
Coedição: Nankin Editorial

Eventos

20/03
de 2020

[Cancelado] Lançamento de “Gênero e Feminismos”

O lançamento de "Gênero e Feminismos", que aconteceria sexta-feira, 20/3/2020, está temporariamente cancelado. Assim que possível, uma nova data será anunciada.

Mais Eventos

Mais

Preservar as escassas florestas das cidades é o desafio

No livro “Natureza em Megacidades”, Jörg Spangenberg defende a vegetação integrada à paisagem de concreto

Livro mostra as transformações políticas em São Paulo

Professor de Nova Jersey analisa história pouco explorada do estado de São Paulo

Um arquiteto que sonhou a cidade para os cidadãos

Livro traz textos de arquiteto que põe em xeque o desenvolvimentismo na arquitetura

O dicionário do iluminista que estudou o inferno no século 19

Livro registra o vernáculo ocultista de dois séculos atrás

O naturalista pioneiro que saiu na defesa das florestas

A história de Frei Veloso, missionário, tipógrafo e cientista, é contada em novo livro da Edusp
Mais