Música do Brasil Colonial IV

  • coord. Edilson Vicente de Lima
  • org. Mary Angela Biason
Sinopse

O quarto volume da coleção Música do Brasil Colonial traz como novidade a transcrição de partituras do repertório da música popular da época, como modinhas, lundus, valsas, polcas, hinos e contradanças, vocais e instrumentais. A vida social com a sonoridade típica, leve e brejeira dos salões elegantes é que vai surgir diante de nós. Naquele período, a corte de Dom João VI veio aqui se instalar. Em meio às emoções de um território que estava pelo menos provisoriamente extrapolando os seus limites de colônia, portugueses e brasileiros construíam as bases de uma sociedade nascente , comenta o diretor do Museu da Inconfidência, Rui Mourão, no prefácio. O livro é composto de obras de compositores anônimos, dos mineiros José Felipe Corrêa Lisboa, Lucindo Pereira dos Passos, Manoel Severo Pires de Figueiredo Netto, Vicente Ferreira do Espírito Santo e Justino da Conceição, além de outros nomes conhecidos como o imperador Dom Pedro I, Xisto Bahia e Manoel José Gomes.

ver sumário

Ficha técnica

R$ 58,00
ISBN 10: 8531415128
ISBN 13: 9788531415128
1ª edição, impressão de 2015

192 páginas
20 x 28 cm
Brochura
Coleção Música do Brasil Colonial

Eventos

25/08
de 2021

Webinar e lançamento do livro “Livros, Leituras e Bibliotecas”

Acontece em 25/8/2021, quarta-feira, o webinar e lançamento virtual de "Livros, Leituras e Bibliotecas: História da Arquitetura e da Construção Luso-Brasileira", de Ricardo Rocha.

Mais Eventos

Mais

Borba Gato e a emergência do passado no presente

Protestar no monumento que exalta o movimento bandeirante colocou a história no centro do debate e permite questionar o quanto de passado ainda há no presente.

Digitais passam a representar 6% do faturamento das editoras brasileiras

Em relação a 2019, o faturamento das editoras com a venda de conteúdos editoriais cresceu 36% em 2020, fechando o ano em R$ 147 milhões

Legado de resistência em Cecília Meireles e o equívoco de Laurence Hallewell

Cecília Meireles teve de ir à delegacia, debaixo de humilhações, para prestar esclarecimentos. Mas não foi “presa” pela tradução de um livro de Mark Twain

Palestra de lançamento de “Uma História da Hungria” está disponível no YouTube

Evento contou com a participação do autor e tradução simultânea

Milton Santos, morto há 20 anos, nos convida a construir uma outra globalização

Geógrafo apontou caminhos para um projeto humanitário que se contraponha ao poder totalitário do dinheiro
Mais