Matinas e Vésperas de Sábado Santo

  • de Manuel Dias de Oliveira
  • ed. Maurício Dottori
Sinopse

Este é o segundo volume da coleção Música Brasileira, dirigida por Lorenzo Mammì, que traz ao público obras significativas de diferentes momentos da música no Brasil. Os manuscritos de Matinas e Vésperas de Sábado Santo foram restaurados por Maurício Dottori, obedecendo a critérios filológicos rigorosos. Trata-se de uma das poucas peças cuja autoria é atribuída com certeza a Manoel Dias de Oliveira (1735-1813), o compositor mineiro a quem o maior número de falsas atribuições têm sido feitas, e cuja biografia ainda apresenta várias lacunas. Embora incompletos – falta a parte de soprano, de segundo violino e de trompas – esses manuscritos, conservados no arquivo da Escola de Comunicações e Artes da USP, representam um documento de extremo valor para a história da música brasileira do período colonial.

Ficha técnica

R$ 44,00
ISBN 10: 853140536X
ISBN 13: 9788531405365
1ª edição, impressão de 2000

192 páginas
20 x 28 cm
Brochura
Coleção Música Brasileira

Eventos

20/03
de 2020

[Cancelado] Lançamento de “Gênero e Feminismos”

O lançamento de "Gênero e Feminismos", que aconteceria sexta-feira, 20/3/2020, está temporariamente cancelado. Assim que possível, uma nova data será anunciada.

Mais Eventos

Mais

Preservar as escassas florestas das cidades é o desafio

No livro “Natureza em Megacidades”, Jörg Spangenberg defende a vegetação integrada à paisagem de concreto

Livro mostra as transformações políticas em São Paulo

Professor de Nova Jersey analisa história pouco explorada do estado de São Paulo

Um arquiteto que sonhou a cidade para os cidadãos

Livro traz textos de arquiteto que põe em xeque o desenvolvimentismo na arquitetura

O dicionário do iluminista que estudou o inferno no século 19

Livro registra o vernáculo ocultista de dois séculos atrás

O naturalista pioneiro que saiu na defesa das florestas

A história de Frei Veloso, missionário, tipógrafo e cientista, é contada em novo livro da Edusp
Mais