Livros

Encontre o seu livro
Todos
Todas
Ver

Coleção

Música do Brasil Colonial

Música do Brasil Colonial I

Música do Brasil Colonial I

de Régis Duprat e Carlos Alberto Baltazar

Coleção de partituras do século XVIII, contendo peças sacras dos compositores mineiros José Joaquim Emerico Lobo de Mesquita e Marcos Coelho Neto, pertencentes ao acervo de manuscritos musicais do Museu da Inconfidência de Ouro Preto. Transcritas por… Leia mais

Música do Brasil Colonial II

Música do Brasil Colonial II

de Régis Duprat e Carlos Alberto Baltazar

Dando sequência à publicação de partituras restauradas pertencentes ao acervo de manuscritos musicais do Museu da Inconfidência de Ouro Preto, dentro da série Música do Brasil Colonial, reúnem-se aqui peças dos compositores Lobo de Mesquita (Ladainha… Leia mais

Música do Brasil Colonial III

Música do Brasil Colonial III

de Régis Duprat e Mary Angela Biason

Dando continuidade à proposta da série Música do Brasil Colonial, que apresenta o acervo de manuscritos musicais do Museu da Inconfidência de Ouro Preto, esta edição reúne partituras do final do século XVIII e início do século XIX. São onze partituras… Leia mais

Música do Brasil Colonial IV

Música do Brasil Colonial IV

de Mary Angela Biason e Edilson Vicente de Lima

O quarto volume da coleção Música do Brasil Colonial traz como novidade a transcrição de partituras do repertório da música popular da época, como modinhas, lundus, valsas, polcas, hinos e contradanças, vocais e instrumentais. “A vida social com a… Leia mais

Eventos

28/09
02/10
de 2020

Feira Virtual da Abeu: Comunicação Corporativa

A Edusp participa do evento oferecendo uma seleção especial de títulos com 50% de desconto

Mais Eventos

Mais

Livro de entrevistas lembra os primeiros anos da USP

Obra traz depoimentos de Paul Bastide, Antonio Candido, Florestan Fernandes e Mário Schenberg, entre outros

Edusp tem novo diretor-presidente

Carlos Roberto Ferreira Brandão, ex-diretor do MAC (2016-2020), é o novo diretor-presidente da Edusp a partir de setembro de 2020.

Trabalhadores humanitários e o legado de Sérgio Vieira de Mello

Trajetória de Sérgio ilumina possibilidades da ação humanitária e o terreno como lugar dos direitos humanos

“Não há evolução sem ruptura”

Entrevista com Alex Flemming, pintor, escultor e gravador

É verdade que nevou em São Paulo em 1918?

No caderno de visitas da famosa garçonnière mantida pelo escritor Oswald de Andrade na Rua Líbero Badaró, apelidada de "covil da rua Líbero", há a referência de que nevou ...
Mais