Direitos Humanos

Referências Essenciais

  • de Carol Devine, Carol Rae Hansen e Ralph Wilde
  • trad. Fábio Larsson
Sinopse

Este livro apresenta um panorama histórico dos direitos humanos e das mais importantes questões contemporâneas relacionadas ao tema. Tendo como marco de análise a Declaração Universal de 1948, organiza-se em seções que consideram os direitos do homem antes da promulgação, o próprio texto da Carta, e as mudanças que ocorreram após a Segunda Guerra Mundial. Também é mostrado em detalhes como organizações intergovernamentais, particularmente as Nações Unidas, atuam na defesa da causa humanitária, analisando também as atividades de organizações não governamentais, como a Anistia Internacional e o Human Rights Watch. O livro é acompanhado de um dicionário de pequenas biografias de ativistas de direitos humanos – Václav Havel, Chico Mendes e Desmond Tutu, entre outros – e pequenos ensaios sobre algumas das mais prementes questões contemporâneas, da aids ao tráfico de mulheres e crianças. Fecham o volume reproduções integrais dos mais relevantes documentos internacionais relacionados aos direitos humanos.

Ficha técnica

R$ 62,00
ISBN 10: 8531409543
ISBN 13: 9788531409547
1ª edição, impressão de 2007

488 páginas
16 x 23 cm
Brochura
Coleção Direitos Humanos

Eventos

28/09
02/10
de 2020

Feira Virtual da Abeu: Comunicação Corporativa

A Edusp participa do evento oferecendo uma seleção especial de títulos com 50% de desconto

Mais Eventos

Mais

Livro de entrevistas lembra os primeiros anos da USP

Obra traz depoimentos de Paul Bastide, Antonio Candido, Florestan Fernandes e Mário Schenberg, entre outros

Edusp tem novo diretor-presidente

Carlos Roberto Ferreira Brandão, ex-diretor do MAC (2016-2020), é o novo diretor-presidente da Edusp a partir de setembro de 2020.

Trabalhadores humanitários e o legado de Sérgio Vieira de Mello

Trajetória de Sérgio ilumina possibilidades da ação humanitária e o terreno como lugar dos direitos humanos

“Não há evolução sem ruptura”

Entrevista com Alex Flemming, pintor, escultor e gravador

É verdade que nevou em São Paulo em 1918?

No caderno de visitas da famosa garçonnière mantida pelo escritor Oswald de Andrade na Rua Líbero Badaró, apelidada de "covil da rua Líbero", há a referência de que nevou ...
Mais