Claudio Tozzi

  • org. Leila Kiyomura e Bruno Giovannetti
Sinopse

Claudio Tozzi é apresentado neste livro entre sonhos, ideais e trabalho. A obra desse importante artista-arquiteto brasileiro pulsa em sua relação com São Paulo. Seu olhar viaja e busca no ritmo da cidade sintetizar formas e cores, aliando a liberdade do artista à técnica e disciplina de arquiteto e professor para assim construir um mundo próprio. Ao espreitar a cidade, acompanha seus movimentos e insere suas imagens dentro dela através de murais nas estações de metrô, avenidas, prédios e galerias, a exemplo da obra Zebra, instalada na praça da República. Os organizadores do livro optaram por apresentá-lo como se estivesse caminhando pela metrópole, reunindo depoimentos de outros artistas e de amigos, fragmentos críticos, observações sobre a sua trajetória através da repercussão da sua obra na mídia. Todos os participantes do livro são inseridos no meio da multidão, sem a identificação de suas funções, todos no vaivém da cidade.

Ficha técnica

R$ 108,00
ISBN 10: 8531408563
ISBN 13: 9788531408564
1ª edição, impressão de 2005

224 páginas
23 x 26 cm
Brochura
Coleção Artistas Brasileiros
Coedição: Imprensa Oficial do Estado de São Paulo

Eventos

19 a
31/10
de 2020

Lombada

A Edusp participa da Lombada, a feira de livros da PUCPR, oferecendo uma seleção especial de títulos com 50% de desconto

Mais Eventos

Mais

Antropólogo cultural Néstor García Canclini assume cátedra na USP

Autor de Culturas Híbridas toma posse na Cátedra Olavo Setubal de Arte, Cultura e Ciência da USP

Livro de entrevistas lembra os primeiros anos da USP

Obra traz depoimentos de Paul Bastide, Antonio Candido, Florestan Fernandes e Mário Schenberg, entre outros

Edusp tem novo diretor-presidente

Carlos Roberto Ferreira Brandão, ex-diretor do MAC (2016-2020), é o novo diretor-presidente da Edusp a partir de setembro de 2020.

Trabalhadores humanitários e o legado de Sérgio Vieira de Mello

Trajetória de Sérgio ilumina possibilidades da ação humanitária e o terreno como lugar dos direitos humanos

“Não há evolução sem ruptura”

Entrevista com Alex Flemming, pintor, escultor e gravador
Mais