Cândido Portinari

  • de Annateresa Fabris
Sinopse

Nove ensaios interligados estudando momentos emblemáticos da trajetória desse pintor polêmico e eclético, que marcou de maneira decisiva as artes plásticas brasileiras. Desde os anos 20, quando começa a ganhar destaque no Rio de Janeiro como retratista, passando por sua primeira exposição na capital paulista, a militância política, a criação dos principais murais, pela questão da deformação, até os embates com a abstração. A análise aborda não só os aspectos internos da produção de Portinari, mas procura também articulá-los ao debate cultural do período em que ele atuou, entre as décadas de 30 e 60.

Ficha técnica

R$ 78,00
ISBN 10: 8531403073
ISBN 13: 9788531403071
1ª edição, impressão de 1996

194 páginas
23 x 26 cm
Brochura
Coleção Artistas Brasileiros

Eventos

16/09
de 2020

Lançamento de “Sobre os Primórdios da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP”

Acontece na quarta-feira, 16/9/2020, o lançamento e o debate virtual de "Sobre os Primórdios da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP", organizado por Walnice Nogueira Galvão.

Mais Eventos

Mais

Livro de entrevistas lembra os primeiros anos da USP

Obra traz depoimentos de Paul Bastide, Antonio Candido, Florestan Fernandes e Mário Schenberg, entre outros

Edusp tem novo diretor-presidente

Carlos Roberto Ferreira Brandão, ex-diretor do MAC (2016-2020), é o novo diretor-presidente da Edusp a partir de setembro de 2020.

Trabalhadores humanitários e o legado de Sérgio Vieira de Mello

Trajetória de Sérgio ilumina possibilidades da ação humanitária e o terreno como lugar dos direitos humanos

“Não há evolução sem ruptura”

Entrevista com Alex Flemming, pintor, escultor e gravador

É verdade que nevou em São Paulo em 1918?

No caderno de visitas da famosa garçonnière mantida pelo escritor Oswald de Andrade na Rua Líbero Badaró, apelidada de "covil da rua Líbero", há a referência de que nevou ...
Mais