Teatro e Censura

Vargas e Salazar

  • de Cristina Costa
Sinopse

Com base em informações extraídas dos processos censórios existentes no arquivo Miroel Silveira, da ECA-USP, e na Torre do Tombo, em Portugal, Cristina Costa mostra a íntima relação que existiu entre o Estado Novo de Getúlio Vargas e o de António de Oliveira Salazar. A cumplicidade política e os acordos bilaterais influenciavam o que acontecia nos palcos, nas políticas culturais e nos órgãos censórios. Enquanto os palcos apresentavam-se repletos de influências de companhias portuguesas, ainda que houvesse certo repúdio dos modernistas que se contrapunham à imitação de modelos, Vargas importava de Portugal o modelo de controle da expressão artística que veio a aplicar o Departamento de Imprensa e Propaganda – o DIP, como testemunham documentos existentes nos dois países. Neste livro, a autora traça também um quadro cronológico sucinto da presença do teatro no Brasil e suas relações com Portugal.

ver sumário

Ficha técnica

R$ 37,00
ISBN 10: 8531412455
ISBN 13: 9788531412455
1ª edição, impressão de 2010

216 páginas
18 x 25,5 cm
Brochura

Eventos

01 a
10/07
de 2020

[Prorrogada] 1ª Feira Virtual das Editoras Universitárias

A Edusp participa do evento oferecendo títulos com 50% de desconto

Mais Eventos

Mais

Lançamento de “Desenvolvimento e Cooperação na América Latina”

Coordenado por Enrique García, o sétimo volume da coleção Cátedra José Bonifácio é lançado no Portal de Livros Abertos

Livro mostra as transformações políticas em São Paulo

Professor de Nova Jersey analisa história pouco explorada do estado de São Paulo

Um arquiteto que sonhou a cidade para os cidadãos

Livro traz textos de arquiteto que põe em xeque o desenvolvimentismo na arquitetura

O dicionário do iluminista que estudou o inferno no século 19

Livro registra o vernáculo ocultista de dois séculos atrás

O naturalista pioneiro que saiu na defesa das florestas

A história de Frei Veloso, missionário, tipógrafo e cientista, é contada em novo livro da Edusp
Mais