Censura em Cena

Teatro e Censura no Brasil. Arquivo Miroel Silveira

  • de Maria Cristina Castilho Costa
Sinopse

Este livro é um dos primeiros resultados de uma pesquisa realizada no arquivo Miroel Silveira, que reúne documentos do arquivo de processos de censura prévia ao teatro, existente no Departamento de Diversões Públicas do Estado de São Paulo e doado pelo professor à Escola de Comunicações e Artes da USP, em 2001. Esses documentos resgatam a memória da produção artística que floresceu na cidade entre 1930 e 1970, preservando as ações exercidas pelo Estado sobre essa produção. A doação dos arquivos à Universidade estimulou, com o apoio da Fapesp e do CNPq, a realização de inúmeras pesquisas que buscam montar um panorama da produção artística paulista e os danos que a censura causou, mutilando obras, descontextualizando-as, e impedindo o amadurecimento artístico do público. Este livro de Cristina Costa traz os primeiros resultados dessas pesquisas, enfocando a atuação da censura ao teatro desde o Brasil Império até nossos dias. Imprescindível a todos os interessados no tema.

Ficha técnica

R$ 80,00
ISBN 10: 8531409888
ISBN 13: 9788531409882
1ª edição, impressão de 2006

296 páginas
20,5 x 23,5 cm
Brochura
Coedição: Imprensa Oficial do Estado de São Paulo

Eventos

16/09
de 2020

Lançamento de “Sobre os Primórdios da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP”

Acontece na quarta-feira, 16/9/2020, o lançamento e o debate virtual de "Sobre os Primórdios da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP", organizado por Walnice Nogueira Galvão.

Mais Eventos

Mais

Livro de entrevistas lembra os primeiros anos da USP

Obra traz depoimentos de Paul Bastide, Antonio Candido, Florestan Fernandes e Mário Schenberg, entre outros

Edusp tem novo diretor-presidente

Carlos Roberto Ferreira Brandão, ex-diretor do MAC (2016-2020), é o novo diretor-presidente da Edusp a partir de setembro de 2020.

Trabalhadores humanitários e o legado de Sérgio Vieira de Mello

Trajetória de Sérgio ilumina possibilidades da ação humanitária e o terreno como lugar dos direitos humanos

“Não há evolução sem ruptura”

Entrevista com Alex Flemming, pintor, escultor e gravador

É verdade que nevou em São Paulo em 1918?

No caderno de visitas da famosa garçonnière mantida pelo escritor Oswald de Andrade na Rua Líbero Badaró, apelidada de "covil da rua Líbero", há a referência de que nevou ...
Mais