Poliarquia

Participação e Oposição

  • de Robert A. Dahl
  • trad. Celso Mauro Paciornick
Sinopse

No entender de Robert Dahl, as democracias existentes são pobres aproximações do ideal democrático e, por isso, prefere denominá-las de poliarquias. A questão que o autor se coloca, e procura explicar ao longo do livro, é explicar os motivos pelos quais apenas poucos países viveram longos períodos sob regimes democráticos. Desde a publicação deste texto em 1971, o termo incorporou-se ao jargão da ciência política, assim como suas propostas de análises sobre a transição em regimes políticos. Definir os processos de transição como objeto de estudo implica admitir que eles resultam da ação de atores políticos. Esta é uma obra de ruptura, em que novos paradigmas foram invocados pela primeira vez, e ainda hoje se mostram úteis à análise política.

ver sumário

Ficha técnica

R$ 50,00
ISBN 10: 8531404092
ISBN 13: 9788531404092
1ª edição, impressão de 2015

240 páginas
18 x 25,5 cm
Brochura
Coleção Clássicos

Eventos

19/11
de 2020

Lançamento de “Ensaio sobre Música Brasileira”

Acontece na quinta-feira, 19/11/2020, o lançamento virtual de "Ensaio sobre Música Brasileira", de Mario de Andrade, em nova edição organizada por Flávia Camargo Toni.

Mais Eventos

Mais

Especialistas discutem educação nos países de língua portuguesa

Educação em países lusófonos é tema de seminário

Livro de entrevistas lembra os primeiros anos da USP

Obra traz depoimentos de Paul Bastide, Antonio Candido, Florestan Fernandes e Mário Schenberg, entre outros

Edusp tem novo diretor-presidente

Carlos Roberto Ferreira Brandão, ex-diretor do MAC (2016-2020), é o novo diretor-presidente da Edusp a partir de setembro de 2020.

Trabalhadores humanitários e o legado de Sérgio Vieira de Mello

Trajetória de Sérgio ilumina possibilidades da ação humanitária e o terreno como lugar dos direitos humanos

“Não há evolução sem ruptura”

Entrevista com Alex Flemming, pintor, escultor e gravador
Mais