O Homem Insuficiente

Comentários de Antropologia Pascalina

  • de Luiz Felipe Pondé
Sinopse

Uma das dificuldades ao se tratar da antropologia pascaliana é a tendência contemporânea em reduzi-la sempre a uma de suas extremidades temáticas: ou Pascal é um teólogo jansenista, portanto datado, ou é um moralista cético, assombrado pela religião. Para Luiz Felipe Pondé, embora participe da rica tradição moralista francesa, praticando uma fenomenologia empírica das fraquezas e misérias humanas, Pascal é essencialmente um pensador do mistério da existência humana, em termos teológicos. Não faz psicologia , mas espiritualidade. Como se o filósofo abandonasse a diferença entre homem interior e exterior, assumindo, aliás, que a acentuação exagerada dessa diferença é uma razão segura para perder de vista um projeto consistente de antropologia.

ver sumário

Ficha técnica

R$ 50,00
ISBN 10: 8531406153
ISBN 13: 9788531406157
1ª edição, impressão de 2014

280 páginas
16 x 23 cm
Brochura
Coleção Ensaios de Cultura

Eventos

07/05
de 2021

Autor em foco: Virgílio Afonso da Silva

O programa de entrevistas do STF recebe o autor de "Direito Constitucional Brasileiro"

Mais Eventos

Mais

Poesia filosófica de Hölderlin faz a crítica da razão moderna

Hölderlin resgata caráter formador da poesia filosófica

Arte de guerrilha

A arte brasileira durante a vigência do AI-5

Como planejar uma cidade com transparência e qualidade de vida?

A dedicação de Cerqueira César para com o urbanismo paulistano se faz presente em coleção de artigos

A biografia das mulheres

Isabelle Anchieta fala sobre suas inspirações para a criação de sua trilogia "Imagens da Mulher no Ocidente Moderno"

Qual é o papel da educação na luta revolucionária?

Autor explora o papel da educação na construção de uma sociedade mais justa
Mais