A Estrutura da Matéria

Do Céu Azul ao Material Plástico

  • de André Guinier
  • trad. Aldo Craievich, Aline Ramos e Hélio Tolentino
Sinopse

A estrutura da matéria é contínua ou descontínua? A questão sempre intrigou o homem, e uma das respostas vem dos antigos gregos que, adotando a segunda alternativa, acreditavam que a matéria era formada por partículas distintas e enumeráveis a que denominaram átomos. Este livro é dedicado aos aspectos básicos da estrutura da matéria nas suas diferentes formas, com o objetivo de atender a um público bastante amplo, de estudantes a especialistas, com especial atenção aos professores do ensino médio, para facilitar o acesso às noções gerais mais fundamentais. Pela descrição de modelos hoje admitidos e constantemente utilizados por físicos e químicos, este livro desenvolve o tema de forma a ensinar o essencial sobre estruturas ordenadas e desordenadas, apontando o interesse que esse conhecimento apresenta, na escala molecular, para as múltiplas técnicas elaboradas pelo homem.

ver sumário

Ficha técnica

R$ 60,00
ISBN 10: 8531403472
ISBN 13: 9788531403477
1ª edição, impressão de 1996

336 páginas
15,5 x 23 cm
Brochura
Coleção Ponta

Eventos

16/09
de 2020

Lançamento de “Sobre os Primórdios da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP”

Acontece na quarta-feira, 16/9/2020, o lançamento e o debate virtual de "Sobre os Primórdios da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP", organizado por Walnice Nogueira Galvão.

Mais Eventos

Mais

Livro de entrevistas lembra os primeiros anos da USP

Obra traz depoimentos de Paul Bastide, Antonio Candido, Florestan Fernandes e Mário Schenberg, entre outros

Edusp tem novo diretor-presidente

Carlos Roberto Ferreira Brandão, ex-diretor do MAC (2016-2020), é o novo diretor-presidente da Edusp a partir de setembro de 2020.

Trabalhadores humanitários e o legado de Sérgio Vieira de Mello

Trajetória de Sérgio ilumina possibilidades da ação humanitária e o terreno como lugar dos direitos humanos

“Não há evolução sem ruptura”

Entrevista com Alex Flemming, pintor, escultor e gravador

É verdade que nevou em São Paulo em 1918?

No caderno de visitas da famosa garçonnière mantida pelo escritor Oswald de Andrade na Rua Líbero Badaró, apelidada de "covil da rua Líbero", há a referência de que nevou ...
Mais