Emancipação, Inclusão e Exclusão

Desafios do Passado e do Presente

Capa de Emancipação, Inclusão e Exclusão Obra Premiada
  • org. Lilia Moritz Schwarcz e Maria Helena P. T. Machado
Sinopse

Esta obra reúne contribuições de especialistas brasileiros e estrangeiros sobre aspectos diversos da escravidão e do pós-abolição, examinando-os em conexão com os mecanismos de exclusão e de inclusão racial e social. Contemplando o que há de mais atual nas pesquisas da área, as análises comparativas incluídas no livro trazem informações sobre sociedades escravistas e sobre padrões distintos de relações raciais, facultando um entendimento mais preciso da questão. Emancipação, Inclusão e Exclusão apresenta, assim, um balanço crítico da escravidão e do complexo processo de sua superação, sobretudo nos Estados Unidos e no Brasil, interessando aos estudiosos da área e a todos aqueles que se dedicam a compreender de forma mais ampla as estruturas sociais e raciais de exclusão ainda hoje vigentes na sociedade.

Ficha técnica

R$ 68,00
ISBN 10: 8531416809
ISBN 13: 9788531416804
1ª edição, impressão de 2018

400 páginas
18 x 25,5 cm
Brochura

Prêmio
5º Prêmio Abeu
Associação Brasileira das Editoras Universitárias
Projeto Gráfico - 3º Lugar
Responsável: Carla Fernanda Fontana

Eventos

28/09
02/10
de 2020

Feira Virtual da Abeu: Comunicação Corporativa

A Edusp participa do evento oferecendo uma seleção especial de títulos com 50% de desconto

Mais Eventos

Mais

Livro de entrevistas lembra os primeiros anos da USP

Obra traz depoimentos de Paul Bastide, Antonio Candido, Florestan Fernandes e Mário Schenberg, entre outros

Edusp tem novo diretor-presidente

Carlos Roberto Ferreira Brandão, ex-diretor do MAC (2016-2020), é o novo diretor-presidente da Edusp a partir de setembro de 2020.

Trabalhadores humanitários e o legado de Sérgio Vieira de Mello

Trajetória de Sérgio ilumina possibilidades da ação humanitária e o terreno como lugar dos direitos humanos

“Não há evolução sem ruptura”

Entrevista com Alex Flemming, pintor, escultor e gravador

É verdade que nevou em São Paulo em 1918?

No caderno de visitas da famosa garçonnière mantida pelo escritor Oswald de Andrade na Rua Líbero Badaró, apelidada de "covil da rua Líbero", há a referência de que nevou ...
Mais