A Prosa de Dora

Uma Leitura da Articulação entre Natureza e Cultura na Filosofia de Merleau-Ponty

  • de Silvana de Souza Ramos
Sinopse

Silvana de Souza Ramos apresenta uma interessante perspectiva de leitura da obra de Merleau-Ponty, ao escrever sobre a articulação entre natureza e cultura, abrindo caminho para um diálogo fecundo com diferentes campos do conhecimento. No livro, discute questões sobre linguística, a experiência dos sonhos e propõe um diálogo entre psicologia e psicanálise ao discutir o caso Dora, analisado por Freud, sem perder, entretanto, a essência filosófica do estudo. É uma análise filosófica aprofundada, escrita de maneira clara, que contempla tanto o especialista quanto o iniciante, na medida em que esclarece os fundamentos e os impasses da fenomenologia de Merleau-Ponty. Para Renaud Barbaras, “A Prosa de Dora é tanto um excelente livro de história da filosofia como um autêntico livro de filosofia. Sem dúvida, está entre os melhores trabalhos já dedicados à obra de Merleau-Ponty e, portanto, é um privilégio para o público brasileiro ter acesso a ele”.

ver sumário

Ficha técnica

R$ 57,00
ISBN 10: 853141430x
ISBN 13: 9788531414305
1ª edição, impressão de 2013

328 páginas
16 x 23 cm
Brochura
Coleção Ensaios de Cultura

Eventos

20/03
de 2020

[Cancelado] Lançamento de “Gênero e Feminismos”

O lançamento de "Gênero e Feminismos", que aconteceria sexta-feira, 20/3/2020, está temporariamente cancelado. Assim que possível, uma nova data será anunciada.

Mais Eventos

Mais

Lançamento de “Desenvolvimento e Cooperação na América Latina”

Coordenado por Enrique García, o sétimo volume da coleção Cátedra José Bonifácio é lançado no Portal de Livros Abertos

Livro mostra as transformações políticas em São Paulo

Professor de Nova Jersey analisa história pouco explorada do estado de São Paulo

Um arquiteto que sonhou a cidade para os cidadãos

Livro traz textos de arquiteto que põe em xeque o desenvolvimentismo na arquitetura

O dicionário do iluminista que estudou o inferno no século 19

Livro registra o vernáculo ocultista de dois séculos atrás

O naturalista pioneiro que saiu na defesa das florestas

A história de Frei Veloso, missionário, tipógrafo e cientista, é contada em novo livro da Edusp
Mais