Pelo Prisma da Escravidão

Trabalho, Capital e Economia Mundial

  • de Dale W. Tomich
  • trad. Antonio de Pádua Danesi
Sinopse

Pelo Prisma da Escravidão reúne capítulos escritos como parte de um esforço para entender o papel da escravidão do Novo Mundo na formação da economia capitalista, investigando de que modo as histórias de certas formações escravistas das Américas foram moldadas pela sua inserção no mercado global, na divisão do trabalho e no sistema interestatal, e repensar a evolução histórica do capitalismo a partir da perspectiva da escravidão. A importância deste livro reside, sobretudo, no campo teórico e metodológico. Lastreado em um diálogo crítico com o marxismo, a teoria dos sistemas-mundo e a nova história econômica, Dale Tomich revisita o lugar da escravidão negra dentro do capitalismo mundial. O livro traz importantes contribuições para o debate sobre a economia escravista brasileira, bem como para os estudos que analisam a cultura e a vida escravas sem inseri-las nas forças mais amplas que estabeleceram os parâmetros para a atuação dos sujeitos escravizados.

ver sumário

Ficha técnica

R$ 57,00
ISBN 10: 853140262x
ISBN 13: 9788531402623
1ª edição, impressão de 2011

248 páginas
16 x 23 cm
Brochura

Eventos

23 a
25/08
de 2022

7ª Festa do Livro da USP São Carlos

De 23 a 25 de agosto a Edusp participará da 7ª Festa do Livro da USP São Carlos.

Mais Eventos

Mais

Coleções da Edusp ampliam debate sobre a segurança pública e os direitos humanos

Parceria do NEV-USP e da Edusp, as coleções Polícia e Sociedade e Direitos Humanos incluem títulos que estão entre os mais reeditados da editora.

Nova obra debate formação da identidade paulista

A construção de uma identidade branca, masculina e afeita ao progresso para São Paulo na primeira metade do século XX se deu por meio da contraposição com regiões menos ...

Clarice Lispector: a delicadeza e contundência de uma literatura de liberação. Entrevista especial com Nádia Gotlib

A professora observa como a autora aborda as temáticas femininas sem necessariamente ser feminista, movendo-se muito mais no sentido de liberação de quaisquer amarras e padrões

A Feira do Livro no Pacaembu

A Praça Charles Miller vai ser ocupada pelos livros, e a @edusp.oficial não ficará de fora: vem aí A Feira do Livro, entre os dias 8 e 12 de junho.

Edusp inaugura livraria com 5 mil obras na USP de São Carlos no próximo dia 27

A Editora da Universidade de São Paulo (Edusp) inaugurará na próxima sexta-feira (27) a nova Livraria Edusp do campus da USP de São Carlos, com quase o dobro do acervo que ...
Mais