Escravos da Nação

O Público e o Privado na Escravidão Brasileira, 1760-1876

  • de Ilana Peliciari Rocha
Sinopse

Ilana Peliciari Rocha explora um tema ainda pouco conhecido, o processo de escravização existente entre os períodos colonial e imperial daqueles que eram considerados escravos públicos, os escravos da nação. Procura identificá-los, analisar a concepção do Estado sobre eles e contemplar suas características e vivências em estabelecimentos estatais. Esses escravos foram incorporados ao patrimônio imperial depois do confisco dos bens da Companhia de Jesus pela Coroa portuguesa, em 1760, e trabalhavam em diversos estabelecimentos públicos, tais como fábricas, fazendas nacionais, e estavam também na Corte, no Arsenal da Marinha, na Quinta da Boa Vista, nas colônias militares das fronteiras e nas obras públicas em geral. Em sua pesquisa, a autora constatou que parte deles recebia uma remuneração por seu trabalho, e alguns ainda tinham acesso à escola de primeiras letras.

ver sumário

Ficha técnica

R$ 52,00
ISBN 13: 9788531417047
1ª edição, impressão de 2018
344 páginas

16 x 23 cm
Brochura

Eventos

24/06
de 2021

Lançamento de “Uma História da Hungria”

Acontece na quinta-feira, 24/6/2021, o lançamento virtual de "Uma História da Hungria", de László Kontler.

Mais Eventos

Mais

Mostra celebra centenário de Madalena Schwartz

Exposição no IMS Paulista reúne retratos de Ney Matogrosso, Elke Maravilha e Patrício Bisso

Livro reúne textos sobre conceitos e técnicas usadas em negociações internacionais

Esse é o 18º lançamento do Programa de Incentivo à Produção de Livros Didáticos para o Ensino de Graduação

Arte de guerrilha

A arte brasileira durante a vigência do AI-5

A biografia das mulheres

Isabelle Anchieta fala sobre suas inspirações para a criação de sua trilogia "Imagens da Mulher no Ocidente Moderno"

Qual é o papel da educação na luta revolucionária?

Autor explora o papel da educação na construção de uma sociedade mais justa
Mais