Erico Verissimo, Escritor do Mundo

Circulação Literária, Cosmopolitismo e Relações Interamericanas

  • de Carlos Cortez Minchillo
Sinopse

Erico Verissimo é um escritor-chave no início de um processo de abertura do romance brasileiro para o cenário mundial, tanto no âmbito textual ou temático, como no âmbito de sua circulação internacional, segundo a análise de Carlos Minchillo neste livro. Mesclando história intelectual, estudo da recepção crítica e análise e interpretação literárias, estabelece relações entre o percurso internacional do escritor, as transformações temáticas, formais e ideológicas de seus romances e a história da recepção desses textos, discutindo as transformações que o cosmopolitismo e o humanismo de Erico Verissimo sofreram ao longo de três décadas de intensa atividade artística e intelectual. Procura compreender também o que a trajetória do escritor e intelectual diz sobre as relações de força do campo literário brasileiro de meados do século XX e do mercado mundial de livros.

ver sumário

Ficha técnica

R$ 40,00
ISBN 10: 853141556x
ISBN 13: 9788531415562
1ª edição, impressão de 2016

320 páginas
14,5 x 23 cm
Brochura

Eventos

25/08
de 2021

Webinar e lançamento do livro “Livros, Leituras e Bibliotecas”

Acontece em 25/8/2021, quarta-feira, o webinar e lançamento virtual de "Livros, Leituras e Bibliotecas: História da Arquitetura e da Construção Luso-Brasileira", de Ricardo Rocha.

Mais Eventos

Mais

Borba Gato e a emergência do passado no presente

Protestar no monumento que exalta o movimento bandeirante colocou a história no centro do debate e permite questionar o quanto de passado ainda há no presente.

Digitais passam a representar 6% do faturamento das editoras brasileiras

Em relação a 2019, o faturamento das editoras com a venda de conteúdos editoriais cresceu 36% em 2020, fechando o ano em R$ 147 milhões

Legado de resistência em Cecília Meireles e o equívoco de Laurence Hallewell

Cecília Meireles teve de ir à delegacia, debaixo de humilhações, para prestar esclarecimentos. Mas não foi “presa” pela tradução de um livro de Mark Twain

Palestra de lançamento de “Uma História da Hungria” está disponível no YouTube

Evento contou com a participação do autor e tradução simultânea

Milton Santos, morto há 20 anos, nos convida a construir uma outra globalização

Geógrafo apontou caminhos para um projeto humanitário que se contraponha ao poder totalitário do dinheiro
Mais