As Armas e o Varão

Leitura e Tradução do Canto I da Eneida

  • de Márcio Thamos
Sinopse

Autor de as Bucólicas, as Geórgicas e a Eneida, Virgílio (70-19 a.C.) é o mais célebre dos poetas latinos. Em As Armas e o Varão, Márcio Thamos assume o desafio de fazer uma leitura comentada do Canto I da Eneida, enfrentando a dificuldade de se traduzir e interpretar um texto escrito numa língua, o latim, que possui especificidades desconhecidas dos falantes do português. Buscando identificar as estruturas presentes no poema épico, sobretudo linguísticas, o estudioso aponta a forma como os efeitos são expressos dentro do texto, concentrando-se nos arranjos da linguagem que Virgílio utilizou para produzir significados. Pelas palavras do próprio autor do estudo: “Como resultado dessa investigação, produziu-se um discurso metalinguístico no intuito de, ainda que sem a pretensão de esgotar o assunto, poder lançar alguma luz sobre os recursos da poética determinantes da expressão do signo em questão, qual seja, o poema virgiliano”. A edição traz o estudo do autor e a tradução propriamente dita acompanhada do texto original latino, e de belas ilustrações.

Ficha técnica

R$ 99,00
ISBN 10: 8531402670
ISBN 13: 9788531402678
1ª edição, impressão de 2011

432 páginas
18,5 x 26 cm
Capa dura

Eventos

20/03
de 2020

[Cancelado] Lançamento de “Gênero e Feminismos”

O lançamento de "Gênero e Feminismos", que aconteceria sexta-feira, 20/3/2020, está temporariamente cancelado. Assim que possível, uma nova data será anunciada.

Mais Eventos

Mais

Preservar as escassas florestas das cidades é o desafio

No livro “Natureza em Megacidades”, Jörg Spangenberg defende a vegetação integrada à paisagem de concreto

Livro mostra as transformações políticas em São Paulo

Professor de Nova Jersey analisa história pouco explorada do estado de São Paulo

Um arquiteto que sonhou a cidade para os cidadãos

Livro traz textos de arquiteto que põe em xeque o desenvolvimentismo na arquitetura

O dicionário do iluminista que estudou o inferno no século 19

Livro registra o vernáculo ocultista de dois séculos atrás

O naturalista pioneiro que saiu na defesa das florestas

A história de Frei Veloso, missionário, tipógrafo e cientista, é contada em novo livro da Edusp
Mais