Antigo Oriente

História, Sociedade e Economia

  • de Mario Liverani
  • trad. Ivan Esperança Rocha
Sinopse

Em Antigo Oriente, Mario Liverani analisa três milênios de história, entre os anos de 3500 a 500 a.C., apresentando o conhecimento de sumérios, hititas, assírios, babilônios, judeus e fenícios, entre outros povos, os quais deixaram marcas importantes na cultura ocidental. O tradutor, Ivan Esperança Rocha, ressalta a importância do livro, que “apresenta uma nova perspectiva sobre o tema, e sua principal contribuição é a tentativa de tecer uma visão de conjunto nesse campo, distanciando-se de abordagens excessivamente filológicas, elegendo um ponto de vista mais histórico e não se eximindo de indicar opções de recortes cronológicos, temáticos e geográficos”. A edição é ilustrada com diversas tabelas cronológicas, mapas e análises textuais que, sem prejudicar a fluência do texto, auxiliam a consulta e permitem ao leitor um contato direto com as fontes da pesquisa.

ver sumário

Ficha técnica

R$ 102,00
ISBN 10: 8531415683
ISBN 13: 9788531415685
1ª edição, impressão de 2020

832 páginas
18 x 25,5 cm
Brochura

Eventos

28/09
02/10
de 2020

Feira Virtual da Abeu: Comunicação Corporativa

A Edusp participa do evento oferecendo uma seleção especial de títulos com 50% de desconto

Mais Eventos

Mais

Livro de entrevistas lembra os primeiros anos da USP

Obra traz depoimentos de Paul Bastide, Antonio Candido, Florestan Fernandes e Mário Schenberg, entre outros

Edusp tem novo diretor-presidente

Carlos Roberto Ferreira Brandão, ex-diretor do MAC (2016-2020), é o novo diretor-presidente da Edusp a partir de setembro de 2020.

Trabalhadores humanitários e o legado de Sérgio Vieira de Mello

Trajetória de Sérgio ilumina possibilidades da ação humanitária e o terreno como lugar dos direitos humanos

“Não há evolução sem ruptura”

Entrevista com Alex Flemming, pintor, escultor e gravador

É verdade que nevou em São Paulo em 1918?

No caderno de visitas da famosa garçonnière mantida pelo escritor Oswald de Andrade na Rua Líbero Badaró, apelidada de "covil da rua Líbero", há a referência de que nevou ...
Mais