O Sonho e a Técnica

A Arquitetura de Ferro no Brasil

Capa de O Sonho e a Técnica Obra Premiada
  • de Cacilda Teixeira da Costa
Sinopse

Estudo sobre a importação da arquitetura metalúrgica britânica, entre meados do século XIX e início do século XX, concentrado nas estruturas e todo tipo de ornamentos de ferro fundido de origem escocesa – que se tornaram referências famosas em cidades brasileiras. São peças fabricadas pela empresa MacFarlane, que aliavam a tecnologia de ponta da época a uma certa convencionalidade estilística, encontradas, por exemplo, na Estação da Luz, em São Paulo, ou nas escadarias da Biblioteca Pública de Manaus, formando parte da influência cultural britânica no Brasil. Em conjunto com o material similar de outros fabricantes e procedências, largamente difundido em estações de ferrovias, mercados, teatros, moradias, relógios, gradis etc., esse tipo de arquitetura foi recebido entre nós com entusiasmo, significando uma elevação do status de civilização, no mesmo momento em que começava a ser rejeitado na Europa.

Ficha técnica

R$ 36,00
ISBN 10: 8531402573
ISBN 13: 9788531402579
2ª edição, impressão de 2001

200 páginas
12,5 x 18 cm
Brochura

Prêmio
37º Prêmio Jabuti
Câmara Brasileira do Livro
Ciências Exatas, Tecnologia - 3º Lugar
Cacilda Teixeira Costa

Eventos

05 a
11/04
de 2021

3ª Feira do Livro da Unesp

A Edusp participa da 3ª Feira do Livro da Unesp, de 5 a 11 de abril, oferecendo seus títulos com 50% de desconto

Mais Eventos

Mais

Clarice Lispector é uma bruxa que encanta

... E o leitor nunca mais deixará de ser seu. Quem começa a ler Clarice Lispector vai passar a vida com seus livros nas mãos. "Será fisgado", como define a professora Nádia ...

‘Ensaio Sobre Música Brasileira’ de Mário de Andrade ganha reedição

Após quase um século, obra de Mário de Andrade é reeditada e complementada pela musicóloga Flávia Camargo Toni

Especialistas discutem educação nos países de língua portuguesa

Educação em países lusófonos é tema de seminário

Livro de entrevistas lembra os primeiros anos da USP

Obra traz depoimentos de Paul Bastide, Antonio Candido, Florestan Fernandes e Mário Schenberg, entre outros

Edusp tem novo diretor-presidente

Carlos Roberto Ferreira Brandão, ex-diretor do MAC (2016-2020), é o novo diretor-presidente da Edusp a partir de setembro de 2020.
Mais