Freud e a Narrativa Paranoica

Schreber Revisitado

Capa de Freud e a Narrativa Paranoica Obra Premiada
  • de Rogério Paes Henriques
Sinopse

Rogério Paes Henriques interpreta o caso Schreber por meio de uma análise comparativa e intertextual envolvendo as Memórias de um Doente dos Nervos (1903), de Daniel Paul Schreber, e os trabalhos de Karl Abraham a respeito da psicose, partindo da ideia de que o texto freudiano só pode ser plenamente compreendido em seu diálogo com o contexto histórico da época em que foi redigido. Para tal, recorre à vertente da teoria literária contemporânea conhecida como novo historicismo, tendo em vista o resgate da historicidade da produção freudiana. A abordagem proposta situa o trabalho na interseção entre a psicanálise, a crítica literária e a história das ideias, definindo-se, em termos metodológicos, com base nessa tripla perspectiva. O autor dialoga com a literatura disponível sobre o caso Schreber, com ênfase em sua releitura lacaniana, e apresenta sua contribuição: mostrar na narrativa de Freud as características (paranoicas) às quais ele mesmo se dedicava naquela época, tentando extraí-las de Schreber.

ver sumário

Ficha técnica

R$ 49,00
ISBN 10: 853141489x
ISBN 13: 9788531414893
1ª edição, impressão de 2014

196 páginas
17 x 24 cm
Brochura

Prêmio
57º Prêmio Jabuti
Câmara Brasileira do Livro
Capa - 1º Lugar
Responsável: Carolina Aires Sucheuski

Eventos

14/05
de 2024

Edusp e BBM USP convidam para o lançamento de As Minas de Ouro do Brasil

As Minas de Ouro do Brasil, de José Basílio da Gama, manuscrito que permanecia inédito, será lançado na Sala Villa-Lobos da BBM USP em debate com a participação de Junia Ferreira Furtado, ...

Mais Eventos

Mais

Perturbadora e lisérgica, a multifacetada Clarice Lispector pede por uma biografia plural

A complexa tarefa de criar trabalhos biográficos sobre uma mulher que negava a “grafia” e desejava ser puramente “bio”

O diálogo a partir do antagonismo na relação entre Mário de Andrade e Murilo Rubião

Como a correspondência entre escritores tão diferentes contribuiu para o desenvolvimento intelectual de ambos

A importância do Brasil para o desenvolvimento das ciências sociais francesas

As ciências sociais de Brasil e França estão entrelaçadas e revelam uma história rica em trocas nem sempre igualitárias

A complexa relação entre texto e imagem nas ilustrações de Poty Lazzarotto

Símbolo da cultura curitibana, a jornada de Poty pelas artes visuais revela a riqueza contida no seu trabalho de ilustrador

Amizade entre Mário e Oswald de Andrade é explorada em novo volume da Coleção Correspondência

Correspondência Mário de Andrade & Oswald de Andrade mostra a importância da escrita epistolar não só para o modernismo como também para a preservação de nossa história
Mais