Evolução da Sociedade e Economia Escravista de São Paulo de 1750 a 1850

  • de Francisco Vidal Luna e Herbert S. Klein
Sinopse

Este livro procura sintetizar os aspectos econômicos, sociais e demográficos das sub-regiões da província de São Paulo no período mencionado. Aceita o desafio da pioneira dos estudos econômicos seriais sobre a região de Piratininga, Alice Canabrava, que designou suas pesquisas na década de 1970 como "quantificação da miséria". E, para marcar a pobreza a que foi sujeita a capitania de São Vicente, analisa-a após os descobertos auríferos nas Minas Gerais. Estão também implicitamente contempladas as questões do início do século passado, quando Capistrano de Abreu cobrava de seu discípulo Paulo Prado os motivos históricos da pujança paulista a partir da tão pronunciada decadência pós-ciclo bandeirantista/monçoeiro. Este trabalho dá conta e continuidade da tarefa que ocupou os grandes historiadores paulistas que se saíram cada vez melhor, mas que permaneceram quase sempre nos limites das sub-regiões, municípios, ou então ativeram-se apenas a um produto ou uma atividade, deixando de realizar a compreensão da totalidade das atividades produtivas.

ver sumário

Ficha técnica

R$ 48,00
ISBN 10: 853140844X
ISBN 13: 9788531408441
1ª edição, impressão de 2006

280 páginas
16 x 23 cm
Brochura

Eventos

14/05
de 2024

Edusp e BBM USP convidam para o lançamento de As Minas de Ouro do Brasil

As Minas de Ouro do Brasil, de José Basílio da Gama, manuscrito que permanecia inédito, será lançado na Sala Villa-Lobos da BBM USP em debate com a participação de Junia Ferreira Furtado, ...

Mais Eventos

Mais

Perturbadora e lisérgica, a multifacetada Clarice Lispector pede por uma biografia plural

A complexa tarefa de criar trabalhos biográficos sobre uma mulher que negava a “grafia” e desejava ser puramente “bio”

O diálogo a partir do antagonismo na relação entre Mário de Andrade e Murilo Rubião

Como a correspondência entre escritores tão diferentes contribuiu para o desenvolvimento intelectual de ambos

A importância do Brasil para o desenvolvimento das ciências sociais francesas

As ciências sociais de Brasil e França estão entrelaçadas e revelam uma história rica em trocas nem sempre igualitárias

A complexa relação entre texto e imagem nas ilustrações de Poty Lazzarotto

Símbolo da cultura curitibana, a jornada de Poty pelas artes visuais revela a riqueza contida no seu trabalho de ilustrador

Amizade entre Mário e Oswald de Andrade é explorada em novo volume da Coleção Correspondência

Correspondência Mário de Andrade & Oswald de Andrade mostra a importância da escrita epistolar não só para o modernismo como também para a preservação de nossa história
Mais