Emergências Culturais

Instituições, Criadores e Comunidades no Brasil e no México

  • de Juan Ignacio Brizuela , Sharine Machado C. Melo e Mariana Martínez Matadamas
  • coord. Néstor García Canclini
Sinopse

Primeiro pesquisador estrangeiro da Cátedra Olavo Setubal de Arte, Cultura e Ciência, Néstor García Canclini assumiu a titularidade em 2020, em plena pandemia de Covid-19, e os encontros aconteceram de forma remota em torno do tema A institucionalidade da cultura e as mudanças socioculturais. Para a cultura, as consequências da pandemia foram desastrosas, e a discussão sobre as transformações nas relações entre artistas, instituições, trabalhadores da cultura e público norteou os trabalhos. Questões como a irrupção das redes digitais, que alteram a comunicação entre criadores e receptores, e as decorrências da pandemia nas áreas de cultura, com centenas de milhares sem trabalho, cinemas, teatros e centros comunitários fechados, foram alguns dos temas analisados. Os resultados desta pesquisa documental e etnográfica, que tem o Brasil e o México como marcos de referência latino-americanos, forneceu visões macrossociais, locais e íntimas, e são apresentados neste volume.

ver sumário

Ficha técnica

R$ 56,00
ISBN 13: 9786557851104
1ª edição, impressão de 2023
256 páginas

12,5 x 17,5 cm
Brochura
Coedição: IEA - Instituto de Estudos Avançados da USP

Eventos

24/02
de 2024

Lançamento de livros sobre o Museu Republicano “Convenção de Itu”

Descubra a história por trás da fundação do Museu Republicano de Itu e o seu percurso ao longo de 100 anos com o lançamento de dois livros da Edusp

Mais Eventos

Mais

Amizade entre Mário e Oswald de Andrade é explorada em novo volume da Coleção Correspondência

Correspondência Mário de Andrade & Oswald de Andrade mostra a importância da escrita epistolar não só para o modernismo como também para a preservação de nossa história

Do jornalismo ao ativismo político, antologia revela as múltiplas faces da obra de Patrícia Galvão, a Pagu

“Palavras em Rebeldia” mostra a importância de Pagu, que passou de escritora pouco conhecida a homenageada da FLIP, na história do modernismo e nos dias de hoje

Livro aponta a influência das óperas europeias na construção do romance brasileiro e na sociedade pós-colonial

“Ópera Flutuante: Teatro Lírico, Literatura e Sociedade no Rio de Janeiro do Segundo Reinado” retrata a presença do drama musicado na capital do Brasil no século XIX

Antropólogo usa história da arte para compreender origens e poderes de artefatos indígenas

Em “Ardis da Arte: Imagem, Agência e Ritual na Amazônia”, Carlos Fausto traça comparativo etnográfico entre regimes imagéticos e culturas de povos originários das ...
Mais