Cozinha e Indústria em São Paulo

Do Rural ao Urbano

Capa de Cozinha e Indústria em São Paulo Obra Premiada
  • de Maria Cecília Naclério Homem
Sinopse

A obra acompanha a transformação do ato de comer e da comensalidade, através do impacto das novas tecnologias e das mudanças socioeconômicas e políticas. Começa com o retrato das cozinhas rurais, que herda dos tempos coloniais a amplitude e autossuficiência, sua dinâmica de funcionamento envolve várias pessoas (e eventualmente animais) para produção dos alimentos. Em seguida, são apontadas as consequências da prosperidade trazida pelo cultivo de café e de cana de açúcar, o favorecimento à gênese da indústria e o desenvolvimento urbano, nos lares paulistas. No período entre guerras vão ganhando espaço os eletrodomésticos e instaura-se a mecanização da cozinha e, como efeito, inicia-se a lenta diminuição da dependência de empregados domésticos. A autora discute também a influência americana nessa época e, ao fim do livro, expõe a evolução das cozinhas agora “inteligentes” e introduz o recente “fenômeno gourmet” expresso na arquitetura dessas dependências.

ver sumário

Ficha técnica

R$ 80,00
ISBN 10: 8531402697
ISBN 13: 9788531402692
1ª edição, impressão de 2015

288 páginas
18 x 25,5 cm
Brochura

Prêmio
58º Prêmio Jabuti
Câmara Brasileira do Livro
Gastronomia - 2º Lugar
Maria Cecília Naclério Homem

Eventos

28/09
02/10
de 2020

Feira Virtual da Abeu: Comunicação Corporativa

A Edusp participa do evento oferecendo uma seleção especial de títulos com 50% de desconto

Mais Eventos

Mais

Livro de entrevistas lembra os primeiros anos da USP

Obra traz depoimentos de Paul Bastide, Antonio Candido, Florestan Fernandes e Mário Schenberg, entre outros

Edusp tem novo diretor-presidente

Carlos Roberto Ferreira Brandão, ex-diretor do MAC (2016-2020), é o novo diretor-presidente da Edusp a partir de setembro de 2020.

Trabalhadores humanitários e o legado de Sérgio Vieira de Mello

Trajetória de Sérgio ilumina possibilidades da ação humanitária e o terreno como lugar dos direitos humanos

“Não há evolução sem ruptura”

Entrevista com Alex Flemming, pintor, escultor e gravador

É verdade que nevou em São Paulo em 1918?

No caderno de visitas da famosa garçonnière mantida pelo escritor Oswald de Andrade na Rua Líbero Badaró, apelidada de "covil da rua Líbero", há a referência de que nevou ...
Mais