Artes e Letras

Entrevistas

  • org. Walnice Nogueira Galvão
Sinopse

Este livro reúne 37 entrevistas com personalidades do universo cultural – originalmente publicadas nos periódicos D.O. Leitura e Teoria e Debate – agrupadas em torno de cinco eixos: artes cênicas, música, artes visuais, literatura, cultura e livros. O conjunto compõe um valioso material para a reflexão sobre a prática artística e literária no contexto da transição do século XX para o XXI. Os entrevistados são: Augusto Boal, Antonio Nóbrega, Anne Villacèque, Mestre Dito de Cotia, Régis Duprat, Roberto Minczuk, Grupo Cachuera!, Francisco Brennand, Emanoel Araujo, Maria Bonomi, Donaldo Schüler, Pedro Nava, Curt Meyer-Clason, Carlito Azevedo, Alcides Villaça, Mário da Silva Brito, Joaquim Inojosa, Hilda Hilst, Haroldo de Campos, Ana Maria Machado, Millôr Fernandes, José Mindlin, Edson Nery da Fonseca, Eduardo Portella, Rachel Valença, Antonio Candido, Francisco Weffort, Pedro Paulo Poppovic, Fernando A. Novais, Danilo Miranda, Geraldo Prado, Ferdinando Bastos de Souza, Marilena Chaui, Michel Riaudel, Šárka Grauová e Telê Ancona Lopez.

ver sumário

Ficha técnica

R$ 74,00
ISBN 10: 8531413648
ISBN 13: 9788531413643
1ª edição, impressão de 2016

504 páginas
16,5 x 25,5 cm
Brochura

Eventos

16/09
de 2020

Lançamento de “Sobre os Primórdios da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP”

Acontece na quarta-feira, 16/9/2020, o lançamento e o debate virtual de "Sobre os Primórdios da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP", organizado por Walnice Nogueira Galvão.

Mais Eventos

Mais

Livro de entrevistas lembra os primeiros anos da USP

Obra traz depoimentos de Paul Bastide, Antonio Candido, Florestan Fernandes e Mário Schenberg, entre outros

Edusp tem novo diretor-presidente

Carlos Roberto Ferreira Brandão, ex-diretor do MAC (2016-2020), é o novo diretor-presidente da Edusp a partir de setembro de 2020.

Trabalhadores humanitários e o legado de Sérgio Vieira de Mello

Trajetória de Sérgio ilumina possibilidades da ação humanitária e o terreno como lugar dos direitos humanos

“Não há evolução sem ruptura”

Entrevista com Alex Flemming, pintor, escultor e gravador

É verdade que nevou em São Paulo em 1918?

No caderno de visitas da famosa garçonnière mantida pelo escritor Oswald de Andrade na Rua Líbero Badaró, apelidada de "covil da rua Líbero", há a referência de que nevou ...
Mais