Thomaz Farkas

  • de Thomaz Farkas
Sinopse

Contendo cerca de 100 reproduções fotográficas, este livro repassa a longa carreira do fotógrafo e cineasta Thomaz Farkas. Concentra-se em imagens de Brasília durante a construção, do Rio de Janeiro e de São Paulo no período imediatamente posterior à Segunda Guerra, além de uma amostragem de suas fotos de tendência abstrata, com comentários e análises de Lorenzo Mammì, Cristiano Mascaro, Roseli Nakagawa, Simonetta Persichetti, Rubens Fernandes Junior e João Farkas. Iniciando seu trabalho na década de 40, Thomaz Farkas é um dos pioneiros da fotografia moderna brasileira. Sua produção alia competência formal a um grande interesse pela vida cotidiana nas grandes cidades, equilibrando-se habilmente entre a documentação e o experimentalismo.

ver sumário

Ficha técnica

R$ 48,00
ISBN 10: 853140682X
ISBN 13: 9788531406829
1ª edição, impressão de 2002

156 páginas
20 x 21 cm
Brochura
Coleção Artistas da USP
Coedição: Imprensa Oficial do Estado de São Paulo

Eventos

16/09
de 2020

Lançamento de “Sobre os Primórdios da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP”

Acontece na quarta-feira, 16/9/2020, o lançamento e o debate virtual de "Sobre os Primórdios da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP", organizado por Walnice Nogueira Galvão.

Mais Eventos

Mais

Livro de entrevistas lembra os primeiros anos da USP

Obra traz depoimentos de Paul Bastide, Antonio Candido, Florestan Fernandes e Mário Schenberg, entre outros

Edusp tem novo diretor-presidente

Carlos Roberto Ferreira Brandão, ex-diretor do MAC (2016-2020), é o novo diretor-presidente da Edusp a partir de setembro de 2020.

Trabalhadores humanitários e o legado de Sérgio Vieira de Mello

Trajetória de Sérgio ilumina possibilidades da ação humanitária e o terreno como lugar dos direitos humanos

“Não há evolução sem ruptura”

Entrevista com Alex Flemming, pintor, escultor e gravador

É verdade que nevou em São Paulo em 1918?

No caderno de visitas da famosa garçonnière mantida pelo escritor Oswald de Andrade na Rua Líbero Badaró, apelidada de "covil da rua Líbero", há a referência de que nevou ...
Mais