Mário de Andrade revela inquietações religiosas em cartas

Correspondência entre o escritor modernista e Alceu Amoroso Lima é publicada em livro

26/01/2019

Em O Estado de S. Paulo

Por Ubiratan Brasil

O escritor Mário de Andrade (1893-1945) foi um homem irrequieto – prosador, escreveu romances e contos com a dicção do texto modernista; crítico, apontou caminhos para outros artistas de áreas diversas; pesquisador, viajou pelo Brasil buscando traços folclóricos e musicais de todas as regiões, desconhecidos dos grandes centros. Foi também um importante poeta em busca de uma musicalidade própria. Mas, se houve um meio em que ele conseguia a proeza de reunir todas essas qualidades foi na correspondência que trocou com inúmeros artistas e intelectuais.

Mário foi um missivista profissional, mantendo correspondência simultânea com amigos distintos, gerando um fabuloso acervo de cartas que vem sendo publicado por várias editoras, mas principalmente pela Edusp, que lança agora o sétimo volume de uma série que promete se prolongar por anos. Agora, são cartas que ele trocou com Alceu Amoroso Lima (1893-1983), o maior e principal intelectual leigo católico que, sob o pseudônimo de Tristão de Athayde, foi um dos mais importantes divulgadores do Modernismo, em especial a obra de Mário.

Os dois intelectuais trocaram 56 cartas, de 1925 a dezembro de 1944, dois meses antes da morte de Mário. Mas, o que torna esse material tão essencial é seu teor religioso. “O autor de Macunaíma se abriu com Alceu sobre temas como religião, catolicismo, fé, Igreja Católica, crises existencial e religiosa, dentre outros assuntos mais ontológicos. Ou seja, foi com Alceu que Mário verdadeiramente debateu tais assuntos, pois com outros dos seus interlocutores, Mário apenas tocou de leve nesses assuntos; com Alceu, ao contrário, ele analisou a fundo e tentou (se) entender”, avalia Leandro Garcia Rodrigues, professor da Universidade Federal de Minas Gerais e responsável pela organização, introdução e notas de Correspondência: Mário de Andrade & Alceu Amoroso Lima.

[…]

Leia o texto original na íntegra no Estadão

Eventos

01 a
10/07
de 2020

[Prorrogada] 1ª Feira Virtual das Editoras Universitárias

A Edusp participa do evento oferecendo títulos com 50% de desconto

20/03
de 2020

[Cancelado] Lançamento de “Gênero e Feminismos”

O lançamento de "Gênero e Feminismos", que aconteceria sexta-feira, 20/3/2020, está temporariamente cancelado. Assim que possível, uma nova data será anunciada.

Mais Eventos