Homem Insuficiente, O: Comentários da Antropologia Pascalina
De R$ 50,00
Por R$ 40,00
Uma das dificuldades ao se tratar da antropologia pascaliana é a tendência contemporânea em reduzi-la sempre a uma de suas extremidades temáticas: ou Pascal é um teólogo jansenista, portanto datado, ou é um moralista cético, assombrado pela religião. Para Luiz Felipe Pondé, embora participe da rica tradição moralista francesa, praticando uma fenomenologia empírica das fraquezas e misérias humanas, Pascal é essencialmente um pensador do mistério da existência humana, em termos teológicos. Não faz psicologia , mas espiritualidade. Como se o filósofo abandonasse a diferença entre homem interior e exterior, assumindo, aliás, que a acentuação exagerada dessa diferença é uma razão segura para perder de vista um projeto consistente de antropologia.

ISBN 13: 9788531406157

Peso: 0,440 kg

Ano: 2014

Coleção: Ensaios de Cultura

Páginas: 280

Formato: 23,00 x 16,00 x 1,50 cm

Coleção: Ensaios de Cultura