Alex Flemming

Obra Gráfica 1978-1987

  • org. Mayra Laudanna
Sinopse

Na minha obra, desde o início, isto é, desde as gravuras dos anos de 1970, não me preocupo com a repetição e sim com a possibilidade de mutação dentro de um mesmo ângulo, dentro de um mesmo código genético. A meu ver, minhas obras são como parentes, irmãos e irmãs, primos e primas, tios, sobrinho distante: todos advêm de uma mesma matriz, mas cada qual tem outra cor, outro tamanho, outro tratamento formal, outra plasticidade. Com essas observações acerca de seu processo criativo, Alex Flemming evidencia um dos aspectos importantes de suas obras, destacado neste livro: a constante experimentação, a reelaboração de objetos conferindo-lhes novo significado. As obras de Flemming reunidas neste volume mostram esse processo do artista nos anos iniciais de sua carreira, de 1978 a 1987, destacando o uso da fotografia, especialmente a fotogravura, como elemento importante do seu trabalho.

Ficha técnica

R$ 95,00
ISBN 10: 8531409594
ISBN 13: 9788531409592
1ª edição, impressão de 2007

224 páginas
20 x 21 cm
Brochura
Coleção Artistas da USP

Eventos

08/03
de 2021

Lançamento de “A Casaca do Arlequim”

Acontece na segunda-feira, 8/3/2021, o lançamento virtual de "A Casaca do Arlequim", de Heliana Angotti-Salgueiro.

Mais Eventos

Mais

Clarice Lispector é uma bruxa que encanta

... E o leitor nunca mais deixará de ser seu. Quem começa a ler Clarice Lispector vai passar a vida com seus livros nas mãos. "Será fisgado", como define a professora Nádia ...

‘Ensaio Sobre Música Brasileira’ de Mário de Andrade ganha reedição

Após quase um século, obra de Mário de Andrade é reeditada e complementada pela musicóloga Flávia Camargo Toni

Especialistas discutem educação nos países de língua portuguesa

Educação em países lusófonos é tema de seminário

Livro de entrevistas lembra os primeiros anos da USP

Obra traz depoimentos de Paul Bastide, Antonio Candido, Florestan Fernandes e Mário Schenberg, entre outros

Edusp tem novo diretor-presidente

Carlos Roberto Ferreira Brandão, ex-diretor do MAC (2016-2020), é o novo diretor-presidente da Edusp a partir de setembro de 2020.
Mais