Busca
   Início  |  Edusp  |  Edusp – English  |  Edusp – Español  |  Livrarias  |  Catálogo  |  Eventos  |  Compras 
 
  Menu

  Como publicar
  Convites
  Caderno de leitura
  Prêmios
  Lançamentos
  Livros abertos
  Editais
  Doações
  RH/Concurso
  Mapa do site
  Fale conosco

 
A ADIVINHAÇÃO NA ANTIGA COSTA DOS ESCRAVOS

de MAUPOIL, Bernard
org. Carlos Eugênio Marcondes de Moura
trad. Carlos Eugênio Marcondes de Moura
colab: Reginaldo Prandi; FERRETTI, Sérgio

ISBN 10: 85-314-1665-5
ISBN 13: 978-85-314-1665-1
Formato: 16 x 23 cm
Nº de Páginas: 792 pp.
Peso: 1186 g



R$ 140,00   Comprar
Carlos Eugênio Marcondes de Moura é doutor em Sociologia pela USP e tradutor, com mais de 50 títulos publicados. Foi professor do Serviço de Teatro da Universidade do Pará e do Departamento de Teatro da Escola de Comunicações e Artes da USP.

Carlos Eugênio Marcondes de Moura é doutor em Sociologia pela USP e tradutor, com mais de 50 títulos publicados. Foi professor do Serviço de Teatro da Universidade do Pará e do Departamento de Teatro da Escola de Comunicações e Artes da USP.

Veja Também:
NOTAS SOBRE O CULTO AOS ORIXÁS E VODUNS
O ANTROPÓLOGO E SUA MAGIA
REPENSANDO O SINCRETISMO

Este é um estudo histórico-etnográfico pioneiro sobre os processos divinatórios praticados na região dos atuais Togo, Benin e Nigéria, entre o final do século XIX e as primeiras décadas do século XX. No centro da obra está Fá, divindade que preside o destino dos homens e dos deuses, e cujo culto é fundamental para que possa haver comunicação entre os domínios do visível e do invisível. No oráculo de Fá estão inscritos os mitos, as lendas, os provérbios, as saudações e as prescrições mágico-religiosas que conformam a cosmovisão dos cultos a divindades conhecidas como voduns e orixás. Esses cultos foram trazidos para o Brasil em consequência da escravidão, e foram reorganizados numa pluralidade de sistemas religiosos, como o candomblé baiano, o tambor de mina maranhense, o batuque gaúcho, entre outros. Originalmente publicado em 1943, esta é a primeira edição em português, com tradução de Carlos Eugênio Marcondes de Moura e textos de Reginaldo Prandi e Sérgio Ferretti.

Copyright © 2004 - 2017 EDUSP - Editora da Universidade de São Paulo - Créditos