Busca
   Início  |  Edusp  |  Edusp – English  |  Edusp – Español  |  Livrarias  |  Catálogo  |  Eventos  |  Compras 
 
  Menu

  Como publicar
  Convites
  Caderno de leitura
  Prêmios
  Lançamentos
  Livros abertos
  Editais
  Doações
  RH/Concurso
  Mapa do site
  Fale conosco

 
O DITO PELO NÃO-DITO:
Paradoxos de Dom Quixote


de Maria Augusta da Costa Vieira

Coleção Ensaios de Cultura
ISBN 10: 85-314-0435-5
ISBN 13: 978-85-314-0435-1
Formato: 16x23 cm
Nº de Páginas: 192 pp.
Peso: 306 g


Clique para ver o sumário.    



R$ 30,00   Comprar
Maria Augusta da Costa Vieira é professora de Literatura Espanhola da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo (FFLCH/USP).

Veja Também:
A CULTURA DO BARROCO
DOM QUIXOTE
LITERATURA EUROPEIA E IDADE MÉDIA LATINA
CURSOS DE ESTÉTICA IV

Com uma estratégia de análise que vai progressivamente dos aspectos mais gerais aos conteúdos essenciais do texto, a autora conduz com habilidade o leitor, mesmo o não especializado, por entre as complexidades do clássico de Cervantes. Partindo da história da Espanha e da biografia do autor, passando pela famosa querela entre os críticos românticos e os realistas de Dom Quixote, Maria Augusta chega à dualidade paradoxal da própria estrutura da obra, com destaque para a diferença entre suas partes: o diálogo do texto original com o Quixote impostor, as visões de mundo contrárias do cavaleiro e do escudeiro, o leitor da primeira parte como personagem da segunda e, finalmente, o contraste entre a realidade e a ficção e o espelhamento entre a vida e a literatura. O tema do paradoxo é o eixo do estudo, definindo-se como elemento inerente às reflexões delineadas em todo o trabalho, e como ponto de chegada conclusivo e vital para o acercamento da compreensão desse clássico da literatura.

Copyright © 2004 - 2017 EDUSP - Editora da Universidade de São Paulo - Créditos