Busca
   Início  |  Edusp  |  Edusp – English  |  Edusp – Español  |  Livrarias  |  Catálogo  |  Eventos  |  Compras 
 
  Menu

  Como publicar
  Convites
  Caderno de leitura
  Prêmios
  Lançamentos
  Livros abertos
  Editais
  Doações
  RH/Concurso
  Mapa do site
  Fale conosco

 
BILAC, O JORNALISTA

org. Antonio Dimas

Prêmio Jabuti 2007 - Teoria e Crítica Literária
ISBN 10: 85-314-0923-3
ISBN 13: 978-85-314-0923-3
Formato: 16x23 cm
Nº de Páginas: 1680 pp.
Peso: 1040 g
Coeditora(s): Imprensa Oficial, Editora da Unicamp


Clique para ver o sumário.    



R$ 170,00   Comprar
Veja Também:
O TEMPO DAS RUAS NA SÃO PAULO DE FINS DO IMPÉRIO
A CIDADE-EXPOSIÇÃO
A HÉLADE E O SUBÚRBIO
UMA HISTÓRIA DO ROMANCE DE 30

Neste trabalho, Antonio Dimas resgata as intervenções jornalísticas do líder do movimento parnasiano, propondo uma nova visão sobre sua atuação. Para tanto, ele garimpou as crônicas publicadas na imprensa carioca e paulista entre os anos de 1890 e 1910 aproximadamente, as quais se encontram reproduzidas nos dois primeiros volumes de Bilac, o Jornalista. No terceiro volume, os ensaios de Dimas ressaltam o equilíbrio entre poesia e jornalismo presente na concepção literária de Bilac. Como quer o organizador, a cidade do Rio de Janeiro é a grande personagem da crônica bilaquiana: uma cidade de um lado debruçada sobre a cultura do século XIX e, de outro, dilacerada pelas contradições políticas do início do século XX. A crítica de Antonio Dimas dialoga com a variedade de perspectivas retratadas nestas crônicas, revelando um Bilac múltiplo e desafiador.

Copyright © 2004 - 2017 EDUSP - Editora da Universidade de São Paulo - Créditos