Busca
   Início  |  Edusp  |  Edusp – English  |  Edusp – Español  |  Livrarias  |  Catálogo  |  Eventos  |  Compras 
 
  Menu

  Como publicar
  Convites
  Caderno de leitura
  Prêmios
  Lançamentos
  Editais
  Doações
  RH/Concurso
  Mapa do site
  Fale conosco

 
DIABO COXO:
São Paulo, 1864-1865


org. Luiz Gama; Angelo Agostini

Troféu HQMIX 2006 - Charges
Coleção Ad Litteram
ISBN 10: 85-314-0871-7
ISBN 13: 978-85-314-0871-7
Formato: 18 x 23,5 cm
Nº de Páginas: 216 pp.
Peso: 615 g



R$ 80,00   Comprar
Angelo Agostini, desenhista, ilustrador e caricaturista, é considerado o primeiro cartunista do Brasil. Fundou o semanário O Diabo Coxo e trabalhou para as principais revistas da época imperial como A Vida Fluminense, O Mequetrefe e O Mosquito. Fundou também a Revista Ilustrada, na qual publicava As Aventuras de Zé Caipora, a primeira história em quadrinhos de longa duração feita no país.

Veja Também:
ALMANHAQUE PARA 1949, PRIMEIRO SEMESTRE
ALMANHAQUE 1955, PRIMEIRO SEMESTRE

Trata-se de uma edição fac-similar do semanário que circulou em São Paulo de 1864 a 1865, redigido por Luís Gama e ilustrado por Angelo Agostini. O jornal é o primeiro da cidade – ainda provinciana, distante da Corte e das notícias do mundo – a ser ilustrado e a apresentar caricaturas. Desde sua primeira edição obteve grande sucesso entre o público, como o próprio Agostini registrou numa caricatura. As charges de Agostini satirizavam impiedosamente os homens públicos e a sociedade, armas até então desconhecidas pelo público. Sob sua pena eram retratados os tipos humanos, de engraxates a barões, os acontecimentos de sua época, a violência policial, as atividades artísticas: riu e fez rir de tudo e de todos. O organizador desta edição comenta: “Compôs com tal precisão o dia a dia da cidade que nos legou, ao final, um retrato por inteiro do período – talvez o documentário iconográfico mais importante e completo do Segundo Reinado”.

Copyright © 2004 - 2017 EDUSP - Editora da Universidade de São Paulo - Créditos