Busca
   Início  |  Edusp  |  Edusp – English  |  Edusp – Español  |  Livrarias  |  Catálogo  |  Eventos  |  Compras 
 
  Menu

  Como publicar
  Convites
  Caderno de leitura
  Prêmios
  Lançamentos
  Livros abertos
  Editais
  Doações
  RH/Concurso
  Mapa do site
  Fale conosco

 
SCHOPENHAUER E A QUESTÃO DO DOGMATISMO

de Maria Lúcia Mello e Oliveira Cacciola

Coleção Campi
ISBN 10: 85-314-0213-1
ISBN 13: 978-85-314-0213-5
Formato: 14x21 cm
Nº de Páginas: 192 pp.
Peso: 299 g



Indisponível 
Veja Também:
CURSOS DE ESTÉTICA I
CURSOS DE ESTÉTICA II
POR UMA FILOSOFIA DA DIFERENÇA
CONHECIMENTO NA DESGRAÇA

Com base na importância e no significado que o conceito de Vontade assume ao longo da obra de Schopenhauer, Maria Lúcia Cacciola toma-o em sua análise como fio condutor da metafísica do filósofo e de sua Ética, para indicar que justamente onde se aloja o dogmatismo tradicionalmente atribuído a Schopenhauer, situa-se um dispositivo crítico montado por ele, destinado a romper com as ilusões metafísicas. A autora mostra como a contraposição entre a vontade e a razão na filosofia schopenhaueriana é essencial para a compreensão da reviravolta que ela significa em relação a Kant, revelando também uma postura fortemente crítica diante do idealismo que lhe é contemporâneo.

Copyright © 2004 - 2017 EDUSP - Editora da Universidade de São Paulo - Créditos